sexta-feira, 13 de março de 2009

Recordar é viver

Parte da fonte, o ginásio ao fundo e parte do antigo internato

14 comentários:

MIGUEL VAZ SERRA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sérgio Lopes disse...

Tanta vez pisei esses paralelepípedos, tanta vez saltei o trampolim e fiz o Cristo nas argolas desse ginásio; tanta vez dancei ali! Ver tudo degradado até parte o coração.

Ah! Se o tempo voltasse para trás...

José Avelar disse...

O Sérgio diz que saltou muitas vezes o trampolim, olha eu lembro-me é que quando se fazia exames nesse ginásio e que era sempre na força do calor pois era no Verão o que me saltava era o sangue do nariz...devido ao calor e ao stress(ja nesse tempo havia situações de stress apesar de não se falar dele.

José Avelar disse...

Aquele portão foi a partir de uma determinada altura a entrada de um bar que o IVS criou para os alunos não terem que ir á Vila tomar o seu café.Recordo-me que vi lá grandes desafios de futebol quando o Benfica disputava a taça dos Campeões Europeus e fez um grande jogo contra o Manchester.Citando o Sérgio"se o tempo voltasse para trás...)diriam os Benfiquistas...

Sérgio Lopes (Aluno 192) disse...

Ai sim! Saltava-te o sangue pelo nariz. No meu tempo as cábulas faziam-se na palma da mão, colavam-se no sapato, debaixo do relógio...

Isso teria sido depois dos 60. No meu tempo ainda não tínhamos aperfeiçoado a técnica de as colar dentro das narinas para a fazer saltar em forma de sangue na hora H. Mas que é criativo, é...

Havia stress, então não havia! Esse ginásio para além dos exames, era uma fonte terrível de stress. Ter de dançar com a Natércia sob o olhar milimétrico do pai, mantendo a distância regulamentar, era um "stressão"... Não tínhamos era cunhado o termo, mas que a sentíamos, lá isso sentíamos e como!

No concernente ao bar tenho de apresentar veemente protesto! Então, mal o Comandante de Batalhão vira as costas constroem um bar e vai tudo para os copos!

Natércia Martins disse...

AH ! Pois era Quando fiz o meu exame de 5ª ano foi ali naquele ginásio. Se havia stress !!!!
Os bailes e as danças com o sérgio e não só .... foram as delícias do nosso tempo. Tempo volta para trás ...
O Bar foi feito na cave do internato antigo. Já eu lá era professora. Quem tomava conta dos cozinhados era o Zé Oliveira. Fazia uns petiscos !!!!1

Natércia Martins disse...

A propósito das cábulas . Nós as raparigas fazíamos algumas cábulas na perna por baixo da saia !!!!! Claro que os professores não pediam para mostrar a perna. Eles até sabiam quem as fazia,mas faltava a coragem para mandar levantar a saia, já que vontade não lhes faltava !!! Haja decência.!

Sérgio Lopes (Aluno 192) disse...

Natércia, tiveram muita sorte de não terem tido um "professor" como eu. Punha-as todas em fila lateral no estrado do quadro e saias levantadas até ao cabelos... ahahahahah Desde quando fazer cábulas na perna é decência?

Agora a sério. Confesso que fiz muita cábula em tudo o que é sítio - menos na tua perna, que essa não me ocorreu, o que é uma pena! -, mas por que tinha uma boa memória visual nunca usei nenhuma. Recordava-me de tudo o que tinha escrito na cábula. Então, passei a fazer cábulas como lembretes.

Sérgio Lopes (Aluno 192) disse...

Rapaziada do blogue,

Quem não agradecer à Natércia esta

"Os bailes e as danças com o sérgio e não só (nota do Sérgio: vocês incluidos).... foram as delícias do nosso tempo. Tempo volta para trás ..."

é maricas!!!!

Vocês tinham alguma ideia de que eram "objecto" das delícias das meninas? Foi preciso chegarmos ao século XXI e criar este blogue para sabermos que, afinal, o homem também era um "objecto" da mulher ahahahahah

Natércia Martins disse...

Com que então querias escrever na minha perna, uma cábula ? Era preciso eu deixar !!!!!Levantar as saias ? Isso era pecado. E para quem queria ser papa !!!!!!

Sérgio Lopes (Aluno 192) disse...

E como é que a esta distância alguma vez vamos saber se terias ou não deixado? Mera especulação da tua parte ahahahahah

Quanto ao levantar as saias eu até trazia sempre uma bula no bolso... Era absolvição na hora!

Acácio Leite disse...

Natércia - Quanto à abertura do nosso bar que ficava , precisamente, neste piso térreo , estás enganada ou esquecida ou ouve alguma reabertura . Eu ainda estava no IVS ( 1960) e o bar já estava aberto com uma decoração toda ela Ribatejana ( influência dos Faias de Santarém ? ) . Aqui que ninguèm nos ouve nem ninguém nos lê devo-te dizer que fiz parte do primeiro assalto que esse bar sofreu ( lembras-te do assalto ? ). O nosso quarto era no segundo andar do prédio novo e não saímos pela porta mas sim pela janela . Roubámos montes de chocolate ( chapéus de chuva ? e gluseimas várias e fomos para os camarotes do campo de futebol comer . Só não tenho ideia nenhuma dos meus comparsas.

Natércia Martins disse...

Houve reabertura com desenhos e quadros do Benjamim. Foi remodelado Ficou mais " moderno" E havia lá uns petiscos !!!!!!

Sérgio Lopes (Aluno 192) disse...

Acácio Leite disse...
"Roubámos montes de chocolate ( chapéus de chuva ? e gluseimas várias e fomos para os camarotes do campo de futebol comer . Só não tenho ideia nenhuma dos meus comparsas."

Olha lá, ó Acácio, eu não era de certeza que nunca me apanhaste a roubar nada. Eu era e sou um menino bem comportado,exemplar mesmo, descontando, claro, o assalto aos choriços e presunto do Comendador. Mas até nesse fui levado amarrado de pés e mão e vendado pelos culpados ahahahahah