sábado, 14 de março de 2009

Dr. José Vaz Serra

Cabe agora prestar a nossa homenagem ao Dr. José Vaz Serra, o Homem que na esteira do Dr. Gil Marçal recebeu a espinhosa missão de dirigir o Instituto Vaz Serra, fundado por seu pai o saudoso Comendador Libânio Vaz Serra. Fê-lo com inteligência, muito tacto e humildade, de tal sorte que por vezes se tornava difícil destrinçar entre o director, o professor, o colega e o amigo. O Dr. José Vaz Serra - ainda vivo Graças a Deus -, aqui recordado com saudade e muito carinho, foi tudo isso num só Homem, numa conjuntura assaz complicada. Ao Dr. José Vaz Serra o nosso obrigado num apertado abraço de mais de meio século de comprimento, cheio de carinho, que o seu sobrinho Miguel fará o favor de transmitir-lhe. Sérgio Lopes (Aluno 192)

7 comentários:

MIGUEL VAZ SERRA disse...

Já mandei um mail á Ana Celeste,filha do tio Zé com o link a este blog :)
O tio Zé nasceu em 23 e ainda anda a pé por Lisboa com a tia Eduarda que também tem uma vida imensa.
Obrigado em seu nome

Sérgio Lopes (Aluno 192) disse...

Ó Miguel ainda é um rapaz novo. A minha mãe fez 90 em Fevereiro e anda depressa que se farta que me vejo grego para a acompanhar.

Ana disse...

Olá a todos! Gostei muito que o meu primo Miguel me tivesse mandado o link deste blogue. Obrigada pelas palavras que disseram acerca do meu pai. Vou-lhe mostar assim que possível.
Ana Celeste Vaz Serra

Ana disse...

Olá a todos! Gostei muito que o meu primo Miguel me tivesse mandado o link deste blogue. Obrigada pelas palavras que disseram acerca do meu pai. Vou-lhe mostar assim que possível.
Ana Celeste Vaz Serra

Natércia Martins disse...

O Dr José foi meu professor. vi-o na ultima vez que fui a Cernache. como nós está velho. se calhar um pouco mais velho que nós.

Sérgio Lopes (Aluno 192) disse...

Bem-vinda Ana Celeste a esta tua casa! Não te lembrarás de mim, uma vez que eras muito pequena.

Quando mostrares ao teu pai o que no blogue dele se diz, dá-lhe um grande abraço meu e diz-lhe que a formação que recebi no IVS, da qual o teu pai é uma parte substancialmente responsável, foi um dos alicerce da minha vida, pessoal e profissional. Ele vai certamente gostar de saber que estou a prestar contas ao velho mestre pelo meio século passado.

Natércia Martins disse...

A Ana Celeste era muito pequena quando ali andei. Penso que terei sido professora dela, também.
Vamo-nos encontrando aos poucos
Haverá mais gente que vai sabendo e entrando.
Ana Celeste daqui te envio um forte abraço.