quarta-feira, 1 de abril de 2009

1. Baile da Festas dos Finalistas do IVS - 1960

1. Baile da Festa de Finalistas - 1960

Da esquerda Manuel Delfim, João Facha dançando com as respectivas Mães

7 comentários:

Natércia Martins disse...

Nesta época já eu não estava no IVS
Devia estar já na Escola do Magistério em Lisboa

Sérgio Lopes disse...

Eu acho as parecenças entre filhos e mãe extraordinárias. Logo os dois.

E também acho que é uma ocasião de extrema ternura que vai passando de moda, lamentavelmente.

fabre disse...

Já tinha saído há 2 ou três anos.
No meu tempo não havia traje civil nas festas do IVS.
E foram tantas, em que estive...
Espero ter algum tempo para Vos oferecer belas fotos e alguns relatos.
Um grande abraço
Fabre
13.04.2009

Acácio Leite disse...

Amigo Fabre benvindo ao nosso blog.Não sei se fomos ou não contemporâneos e não me lembro do teu nome mas pela certa andámos pelo IVS e isso chega. Um grande abraço

Sérgio Lopes disse...

Olá Fabre! Que prazer! Bem-vindo.

Tu és do meu tempo, recordo-te perfeitamente, e terás mais ano, menos ano, a minha idade.
Passou-se um evento desagradável no IVS na última metade dos anos 50 que levou um grupo de alunos a deixar de usar a farda em protesto; essa a razão por que em 1960 - caso da foto - nem todos os alunos a usavam, talvez a maioria. A questão era se os alunos eram do tempo do Gil Marçal ou não. De qualquer modo, neste passo das nossas vidas, estamos todos unidos pela grande camaradagem que se respirava no IVS, independentemente da geração a que pertencemos.
O pequeno grupo (Natércia Mendes Nunes, António Mendes Nunes, Acácio Leite -Ustrich, José Avelar, João Facha e eu) que se reencontrou fortuitamente na NET ao fim de meio século e criou o blogue já "rasteou" antigos alunos do teu tempo (Lócas Biscaya, Cesaltina, Laurinda Martins, António Prior, Jorge Nogueira - Cantiflas, Nuno Bonneville e irmão Júlio, José Chambel, Quim Morais, Victor Rosado, José Rosinha, etc.), mas todos eles ou são avessos ao computador ou não tem tempo para nos dar atenção. Outros, lamentavelmente, já não estão connosco e são mais do que esperávamos.
Vamos esperar que o mesmo não se passe contigo - sabemos que o computador é uma arma usada pela tua empresa - e que nos deleites, então, com "belas fotos e alguns relatos".
Uma pergunta: Tens contacto com o Verdugo e o Rangel de Lima? Do Verdugo não tenho nenhum contacto e o Rangel de Lima não responde ao telefone que tenho (21 849 9005).
Grande abraço,

Sérgio (192)

Fabre disse...

Um abraço Sérgo Lopes
Do Verdugo e do Rangel nada sei.
Só lhes guardo o nome...
Vou falar com o Zé Galvão, que esse tem memória de paquiderme... e
sabe decerto os seus paradeiros.

Sérgio Lopes disse...

Fabre,
Fala então com o José João. O número de telefone dele ainda é 21- 796-1392?
Obrigado e grande abraço
Sérgio (192)