sexta-feira, 19 de março de 2010

Viação Sernache

Já que estamos a falar de futebol, da grande equipa de novatos que foi o Viação Sernache durante a Taça Amizade e no período que se seguiu até à 2ª Divisão Nacional, vou recordar aqui o nosso companheiro Ernesto Figueiredo.

Mas, primeiro, tenho de contar este episódio que nunca esqueci. No dia em que abandonei Cernache definitivamente o Ernesto (como era conhecido em Cernache) foi despedir-se de mi à camioneta e disse-me que ia para o Sporting. Fiquei surpreendido e disse a seguinte alarvidade ao Ernesto: Ó pá, tu na 2ª Divisão vais ser um grande jogador, mas no Sporting...”

Pois devia ter mordido a língua, porque perdi uma grande oportunidade de ficar calado. Estava há uns anos na faculdade de ciências económicas da Cidade do Cabo, sem notícias do futebol português, quando passa pelo porto da cidade o paquete Pátria. Convido uns colegas para irmos beber umas Sagres num do bares do Pátria. Chegados lá, ao sentar-me vejo na mesa ao lado um jornal português (creio que o Diário de Notícias), pego-lhe e na primeira página leio “ Figueiredo convocado para a Selecção Nacional”. Fiquei emocionado e orgulhoso de ter jogado com ele no Viação Sernache. Todavia, folheando o mesmo jornal, também dei de caras com a notícia da morte em combate do Pedrito Matos Neves. Ele há coincidências!

Mas vamos ao Ernesto pós-Cernache:
Ernesto Figueiredo

São 16 os jogadores que, desde a fundação do Sporting Clube de Portugal, marcaram mais de 100 golos em jogos oficiais do Clube. Durante os próximos 16 dias, o site oficial do Sporting, através da reedição de um trabalho publicado no jornal Sporting, dá-lhe a conhecer o nome destes 16 goleadores.

Destes predestinados, com faro apurado para o golo, há nomes e números que se destacam. Se, por um lado, nas décadas de 30 e 40, existiu um senhor chamado Peyroteo – que marcou mais de meio milhar de golos de «leão» ao peito – houve também outro artilheiro, Yazalde, que foi o primeiro jogador «leonino» a receber a «Bota de Ouro» europeia, com um total de 46 golos, marca que ainda hoje perdura no futebol nacional e é a terceira melhor de sempre da Europa.

Neste top 100, relembre um pouco da história de Peyroteo, Manuel Fernandes, Manuel Vasques, Manuel Soeiro, Rui Jordão, Adolfo Mourão, João Martins, Jesus Correia, Albano, João Cruz, Ernesto Figueiredo, João Lourenço, Hector Yazalde, Pedro Pireza, José Travassos e Liedson.

11.º – FIGUEIREDO, 147 GOLOS, ENTRE 1960 E 1968

Ficou conhecido como o «Altafini de Cernache», numa alusão ao goleador do Milão que marcou dois golos ao Benfica na final da Taça dos Clubes Campeões Europeus, em 1963. Proeza que Ernesto Figueiredo repetiu uma semana depois, em jogo a contar para as meias-finais da Taça de Portugal.

Ingressou no Sporting CP na época de 1960/61 e estreou-se pela equipa principal no dia 17 de Setembro de 1960, num encontro em Alvalade, frente ao Lusitânia de Évora, que os «leões» venceram, por 4-2 e em que eram orientados pelo argentino Alfredo Gonzalez. O seu nome fica invariavelmente ligado à conquista da Taça das Taças (1963/64), por ter marcado dois golos, na final com o MTK. Na época de 1965/66, sagrou-se o melhor marcador do campeonato nacional, ao apontar 25 golos. Ao fim de oito anos ao serviço dos «leões», terminou a sua carreira no Clube.

Ernesto Figueiredo

Data de nascimento: 6 de Julho de 1973

Local de nascimento: Tomar

Treinador: Alfredo Gonzalez«

Títulos conquistados: 1 Taça das Taças (1963/64); 2 Campeonatos Nacionais (1961/62 e 1965/66); 1 Taça de Portugal (1962/63) Internacionalizações: 6

Há tanta coisa, tantas memórias alicerçadas no IVS, no Viação Sernache e em Cernache do Bonjardim que são motivo de orgulho e de tanta, tanta saudade. Ao Ernesto, que nunca mais vi (a não ser nas suas tardes de glória na TV) a minha homenagem.

3 comentários:

Antonio Garcez disse...

Admiro o teu arquivo. Obrigado por mais este avivar de memória. Efectivamente bate tudo certo menos da data de nascimento do Ernesto Figueiredo, não pode ser 1973, talvez seja 1943, será? Eu também tenho alguma informação sobre ele. Presentemente e vive em Rio de Mouro, tem um taxi e o telefone nº 219161044. Se realmente esta informação estiver certa, e contactares com ele, diz qualquer coisa. Também tenho o nº de telefone do Evaristo, ele vive perto de mim, Porto de Muge,Telefone nº 243749267

Sérgio Lopes disse...

O Ernesto nasceu em Tomar em 6 de Julho de 1937. Houve um erro de digitação, tendo os dois últimos algarismos saído invertidos.

Vou tentar falar com ele. Obrigado pelos números de telefone.

Débora Passos disse...

Olá a todos!
Isto mesmo, o vovô Saul ía para corrigir também a data de nascimento do Figueiredo que foi no ano de 1937. Beijos a todos.