segunda-feira, 20 de julho de 2009

Que dois !

Jorge Nogueira e Telmo Do Album do Jorge Nogueira

6 comentários:

Sérgio Lopes disse...

Bem podes dizer "QUE DOIS!"

Mas conta-nos lá como foi esse encontro de professores... O Jorge também fez carreira como professor de educação física, formado no velho ISEF (hoje IEFD). Como é que está o meu velho amigo Jorge? Que faz 70 anos quase ao mesmo tempo que eu.

Fomos companheiros de tanta farra! Desde as férias na garagem do Quim na Nazaré, até às fugidas nocturnas do internato velho a Lisboa no Simca Aronde do Tó Farinha (ver http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/d/d2/Simca_Aronde_195x.jpg/250px-Simca_Aronde_195x.jpg)

Natércia Martins disse...

Amigo Sérgio:
O Jorge Nogueira foi colega de escola da minha sobrinha Guida. O Jorge professor de Educação física e a Guida prof de Inglês. Mas o mais curioso de tudo isto é que eu só agora so
Soube que o Jorge tem um pinhal mesmo junto a minha casa aqui no Bom Velho e tem um cunhado em Alcabideque com quem se entende pouco.
Um dia em conversa com a minha sobrinha disse-me que conhecia um colega meu. Foi assim que descobri o NOgueira.
Fui a Pombal e estivemos na conversa. A mulher " entendeu-se" muito bem com o meu marido, descobrindo, também que a sogra da minha sobrinha trabalhou na mesma escola que a mulher do Jorge.
O mundo é mesmo pequeno.
O Jorge não se entusiasmou muito com o blog. Quase o forcei a ver as fotos. Nem lhe mostrei os comentários, pelos quais não mostrou grande interesse.
Tive que levar o meu portátil porque o dele está a " dormir" há cerca de um ano.
E foi assim que encontrei o Jorge Nogueira.
Emprestou-me algumas fotos, mas tem lá um ábum, que é uma delíia aos ossos olhos. Tanta gente que lá está !!!!!!

Sérgio Lopes disse...

Menina Natércia,

Claro que o mundo é cada vez mais uma Aldeia Global. Quando andávamos no IVS, era impensável encontrar pessoas espalhadas pelo mundo que não se viam há meio século. Hoje, basta teclar 3 ou 4 palavras de busca no Google ou, se me permites inventar um novo verbo, basta googlear (a língua inglesa já incorporou o verbo “to google”). Assim começou o nosso blogue.

Até entendo que o Jorge Nogueira não queira nada com computadores. Não é o único dos nossos antigos colegas: Luis Galinha, Bonneville, Chambel, Quim, Parente Esteves, Lócas, Lucília, Cesaltina e Leitão, Galvão 1 e 2, Jorge Cunha, entre outros, estão na mesma categoria. Somos muitos mais do que se depreende da partição no blogue! O que eu tenho alguma dificuldade em entencer é que o Jorge Nogueira conscientemente negue àqueles que o viram crescer e tornar-se um homem o acervo fotográfico que tem e faz parte da história da vida de todos nós. Que o Jorge seja frio, tudo bem, é lá com ele; Mas isso não o deve inibir de alimentar o sentimentalismo de quem nunca se esqueceu dele desde os anos – foram muitos anos! – de camaradagem, de amizade fortíssima, das peripécias que partilhámos, quando estávamos em plena formação no IVS. Podes passar-lhe este comentário com um grande abraço.

Sérgio (IVS nº 192)

Natércia Martins disse...

Não sei se lhe vou passar o teu comentário. Ele terá que me encontrar de novo porque as fotos que me emprestou ainda as tenho. Trouxe mais que ainda não publiquei.
Não pode ser tudo ao mesmo tempo. Mas vi-o muito "frio" em relação a tudo. Encontrámo-nos no café em Pombal, mesmo juntinho a casa dele.Até foi trocar de óculos a casa. Eu teria convidado a ir a minha casa....
Mais comentários ?

Sérgio Lopes disse...

Só mais um:

"Levaste o burro à água..."

Desempenhaste bem o teu papel ahahahahahah

Natércia Martins disse...

Pois é De vez em quando sendo boa a intenção, sai asneira !!
Sou assim. Gozaste comigo, mas deixa que oportunamente, vingo-me ...